Como ser um tradutor freelancer (mesmo tendo emprego fixo)


Nem todo mundo está interessado em viver somente de traduções. Alguns querem uma grana extra para viajar, por exemplo. O interessante desse estilo de vida é que você pode manter um emprego fixo e ganhar dinheiro com tradução também, se assim quiser. Além disso, trabalhar com tradução permite que você ganhe em dólares. Mas, afinal como ser um tradutor freelancer (mesmo tendo um emprego fixo)?

Como ser um tradutor freelancer em sites de freelance jobs

Muitos sites de freelance jobs oferecem trabalhos de tradução. Além disso, a maioria deles paga em moeda estrangeira.  Isso é sempre bom para quem gosta de viajar para fora.

Nice!

Existem até mesmo métodos para você manter esse dinheiro em dólar e sacá-lo quando estiver lá fora, evitando perder uma parte dele durante a conversão (caso tiver interesse nisso, dê uma olhada no Skrill e no Payoneer).

Então, para quem é bilíngue e gosta de viajar, ganhar dinheiro com tradução pode ser uma ideia excelente.

Caso você tenha um trabalho fixo e não queira se dedicar 100% à tradução, você pode focar em conseguir trabalhos esporádicos nesses sites. Conheço vários profissionais que fazem isso. É claro que você vai precisar se esforçar para conseguir os primeiros jobs. Mas com algumas boas avaliações e clientes satisfeitos, fica mais fácil conseguir jobs subsequentes.

Se você se interessou, esses são alguns sites de freelance jobs:

Porém, o site que eu mais gosto é o…

Upwork

Quem me conhece sabe que eu indico o Upwork, dentre todos os outros sites, para ganhar dinheiro com tradução. E não, não estou sendo pago para dizer isso (infelizmente).

Gosto da periodicidade dos jobs de tradução, da interface e da segurança que o site me passa. Já testei vários outros e achei o Upwork o mais sério deles. O Freelancer.com, por exemplo, tem freelancers com desenhos no avatar, apelidos no lugar dos nomes e várias outras bizarrices. Acho muito estranho!

Uma boa dica é que o UpWork tem um aplicativo para celular que permite que você se comunique com seus clientes de onde estiver. Isso é muito importante. Se você for fazer propostas e negociar com os clientes somente quando tiver fora do seu emprego fixo, suas chances caem muito, já que a velocidade de resposta é um dos quesitos que os clientes gostam de avaliar durante uma negociação.

Nas primeiras horas que um job de tradução é postado nos sites de freelance jobs, chovem propostas. Caso você demore muito para enviar a sua, é possível que ela fique perdida no meio do bolo e talvez nem seja lida. Então, responda mais rapidamente seus potenciais clientes para passar na frente das outras propostas.

Além disso, conseguir dar uma olhada no mercado algumas vezes durante o dia é essencial para ganhar dinheiro com tradução nesses sites. Dessa maneira você consegue ficar sabendo assim que um job interessante for postado e aumenta suas chances.

Porém, isso não significa que você deve escrever qualquer coisa na sua proposta só para ser um dos primeiros a enviar. Minha dica é tentar manter um equilíbrio entre estar entre os primeiros e ter uma proposta personalizada para o cliente.

Como ser um tradutor freelancer se eu tiver um emprego fixo?

Acho que o principal fator para quem quer ganhar dinheiro com tradução sendo freelancer e manter um emprego fixo é organização .

Imagine só… Se você tem um emprego fixo, ele ocupa mais de 8 horas do seu dia. Então, você tem um tempo limitado para traduzir.

Veja algumas dicas práticas para lidar com isso:

  • Para se organizar, você terá que saber quantas horas tem por dia para se dedicar aos freelas e quantas palavras você consegue traduzir nessas horas. É claro que o número de palavras depende muito do conteúdo em si, então é sempre legal saber do que um job se trata e – melhor ainda – ler um preview do conteúdo antes de se estabelecer um prazo com o cliente.
  • Quando estiver com mais de um job para entregar, é essencial saber o que é prioridade. Por isso é sempre importante saber claramente quais são as deadlines de cada trabalho (muitos tradutores não deixam isso claro para o cliente durante a negociação). Uma dica importantíssima é saber qual é o fuso-horário do cliente para definir se a deadline é no seu fuso-horário ou no dele. Acredite, isso pode causar uma grande confusão…

Você tem interesse em saber mais sobre como ser um tradutor freelancer?