O maior erro dos Tradutores Freelancers ao tentarem conseguir o primeiro job


Qual é o maior erro dos Tradutores Freelancers ao tentarem conseguir o primeiro job?

Yes, my fellow translators. Conseguir o primeiro job na internet não é fácil. Mas como diria Chev Chelios, “nothing is easy.” Mas nós somos tradutores freelancers… então não escolhemos o caminho mais fácil, não é? Escolhemos o caminho da liberdade. Com isso em mente, vou dizer qual é o maior erro dos Tradutores Freelancers ao tentarem conseguir o primeiro job. Acho que depois de entender essas dicas, você poderá pegar alguns atalhos.

O primeiro erro pode ser escolher o site errado para encontrar jobs de tradução.

Acontece.

A primeira coisa que você terá que fazer é começar a procurar os melhores sites para você pegar um freela de tradução na internet – falei sobre isso numa newsletter (What?! Você ainda não assinou minha newsletter?!)

Anyway… Existem muitos sites de freelance jobs espalhados na internet. Nem todos são bons e alguns são bem obscuros, na verdade. Então, a primeira coisa que fiz foi escolher focar minhas atenção em sites específicos.

Fiz meu perfil em vários sites, mas depois de alguns meses pesquisando a fundo, afunilei muito meus resultados. Não gosto de perder tempo com algo que talvez dê resultados esporádicos daqui 6 meses. Por isso, acabei com somente 2 sites na minha lista. É claro que essa lista deve ser pessoal de cada tradutor freelancer – e esse ponto é muito importante. No meu caso, decidi focar meus esforços no Upwork.

A primeira coisa é ver a periodicidade dos jobs. Em alguns sites, um job de tradução inglês – português brasileiro é postado hoje e outro só na semana que vem. Ou seja, os poucos jobs que existem de tradução vão receber um milhão de propostas (apesar disso não ser um problema) e suas chances vão diminuir. Além disso, com poucos jobs “concorrendo” entre si, o valor deles costuma baixar. Então, para mim, esses sites não servem.

Muitos tradutores freelancer erram ao escolher sites ruins para encontrar jobs de tradução. Com o tempo, esses profissionais vão se frustrando e desistindo.

Já escolhi um site de freelance jobs bacana. E agora?

Depois de ter selecionado os sites aos quais você se dedicará, a próxima dica é ter um perfil que dê conta da concorrência. É triste ver o perfil de alguns tradutores freelancers em sites de freelance jobs. Fica claro que não dão a atenção devida aos seus perfis e isso acaba deixando o processo ainda mais difícil.

Então, analise os outros tradutores e pense: “o que um cliente veria no meu perfil que faria eu me destacar?” Talvez você seja especializado em um nicho, ou talvez você tenha muita experiência com uma área específica. De qualquer maneira, seu perfil tem que estar 100%.

Todos esses sites terão tradutores freelancers que estão lá há tempos e têm aqueles perfis dourados e cheios de badges.  Não se preocupe com eles. Se você você está começando, sua concorrência direta é quem também está começando e não os tradutores freelancers veteranos do site.

E, finalmente, chegamos ao maior erro de todos

DESISTÊNCIA. Pode parecer clichê (e de fato é), mas muitos tradutores não conseguem entrar no mercado online simplesmente porque desistem muito perto de chegar lá. Esse é, infelizmente, o motivo pelo qual muitos tradutores fracassarão.

Baseando na minha experiência, posso dizer que 90% desses perfis que você está vendo nesses sites de freelance jobs irão desistir em um futuro próximo. A verdade é que a galera costuma a se assustar com a concorrência ou se desanimam por não terem conseguido na segunda tentativa. Come on, guys!

Mas isso significa algo muito bom: quanto mais tempo você se dedicar, maiores serão suas chances de conseguir o primeiro job. Afinal, a concorrência vai ficando pelo caminho. Então, DON’T BE A QUITTER, BE A WINNER!

O motivo de tantas pessoas desistirem é porque nem todo tradutor freelancer aguenta ter 10 propostas recusadas de maneira consecutiva (sim, você precisa de autoestima e confiança no seu trabalho para aguentar isso). Porém, se você for inteligente emocionalmente, poderá usar as propostas que foram recusadas para criar propostas melhores e tentar mais 10 vezes.

Não é fácil ser recusado, mas depende da maneira através da qual você vê essa situação. O cliente não está fazendo uma recusa pessoal. Ele apenas achou que a proposta de outro tradutor freelancer era mais interessante. Passo por isso todos os dias!

Então, siga essas dicas práticas para não cometer o mesmo erro dos Tradutores que desistem:

  • Pesquise MUITO os sites de freelance jobs. E pesquisar não é jogar “freelance translation jobs” no Google e olhar os dois primeiros resultados. Pesquisar é fazer o perfil no site e analisar todas informações dentro dele (número de jobs, número de perfis de tradutores), fazendo propostas reais para clientes. Seja exigente com os sites da mesma maneira que seus clientes serão exigentes contigo. Escolher o site errado pode te frustar e fazer com que você desista.
  • Refine suas propostas até que elas comecem a dar resultados. Compare as propostas que não deram certo (geralmente são a maioria) com as que deram certo. Perceba os padrões positivos e negativos e utilize os positivos nas próximas propostas. Conseguir as primeiras respostas dos clientes aumentará sua motivação.
  • Seja persistente. E, principalmente, saiba ter suas propostas recusadas. Just keep swimming.

Depois do primeiro job, as coisas vão melhorando. Talvez fique mais fácil conseguir outros jobs, mas é claro outras áreas se tornam mais difíceis, já que os desafios se tornam maiores e seu pagamento também. E isso é ótimo, já que nós, tradutores, não gostamos de mesmice, right?

E aí? Do you have what it takes?