Tradução Freelancer – é melhor ser pago por hora ou por projeto?


À primeira vista, o que te atrai mais: ser pago por hora ou por projeto?

Muitos sites de freelance jobs disponíveis na internet trabalham com dois métodos – pago por hora ou por projeto. Muitos desses sites também permitem que o cliente escolha a forma como deseja pagar o freelancer, apesar disso poder ser negociado. Eu sempre tento negociar um pagamento por projeto. Explico o porquê.

Apesar de não ser muito comum aqui no Brasil, nos Estados Unidos é muito comum um prestador de serviço receber por hora. Então, alguns clientes procuram tradutores freelancers que trabalham com esse método simplesmente por ser mais comum no exterior.

O tempo está passando, Tradutor Freelancer…

Para mim, ser pago por hora pode ser a fonte de alguns problemas de relacionamento com o cliente online.

Pense na seguinte situação: num projeto pago por hora, você sempre terá que dizer quantas horas o projeto aproximadamente levará antes de fechar um acordo. Mas você só saberá quantas horas exatas o projeto levou ao termina-lo, concorda?

E se um termo deu mais trabalho? E se você precisar fazer uma boa pesquisa para saber se o tom do seu texto está correto com nicho para qual ele se direciona? E se você precisar de mais 2 horas para finalizar a tradução?

Nesse caso, seu projeto ficaria mais caro e você teria que passar essa conta para o cliente. Isso, apesar de ser relativamente comum, não é legal para o cliente.

Coloque-se no lugar da pessoa que está contratando o serviço e pergunte-se: você gostaria de contratar um serviço por 500 dólares e receber uma conta de 700 dólares? Mesmo com boa fé e qualidade, eu acho que isso pega mal.

Apesar de eu não ser um grande fã do pagamento por hora, ele tem duas vantagens.

A primeira é que o preço por hora é muito importante para você saber quantos dólares seu tempo realmente vale. Você tem que parar e calcular quanto deseja ganhar por mês e quanto isso daria em horas trabalhadas.

Esse processo te faz pensar no quão valioso seu tempo é. Sabe quando você está preso no trânsito fazendo absolutamente nada? Pois é. It’s money coming out of your pocket. (Aproveite todo esse tempo parado para aprimorar seu inglês através de podcasts!)

A segunda vantagem é que os sites de freelance jobs que oferecem essa modalidade geralmente oferecem uma proteção extra de pagamento para quem trabalha dessa forma. Então, se você trabalhar X horas nessa semana, o site te garante que você receberá o valor dessas horas na semana que vem, automaticamente, sem demora e sem precisar que o cliente libere o pagamento.

Se seu foco é qualidade, talvez ser pago por projeto seja melhor.

Às vezes posso pedir um prazo levemente mais longo do que a média do mercado para concluir um projeto. Faço isso porque gosto de controlar controlar as horas gastas em um projeto de acordo com o que o projeto demanda de mim. E só vou descobrir essa demanda de verdade quando estou traduzindo o projeto. Não me importo em gastar horas extras nele caso ache que isso seja necessário para a qualidade.

Então, a principal vantagem do pagamento por projeto é que VOCÊ irá controlar quanto tempo você gasta com ele.

Além disso, minha experiência mostra que ter um preço fixo para o projeto acelera a negociação. Você pode simplesmente negociar um serviço por X dólares com a entrega para o dia X. Por exemplo, um job de 5000 palavras por 500 dólares para daqui 4 dias. Você que decidirá quantas horas dedicará a esse trabalho. Sua rotina durante esses 4 dias também é decidida por você, desde que você entregue o job no prazo estipulado e com qualidade.

Eu já trabalhei várias vezes sendo pago por hora.

Porém, venho cada vez menos trabalhando dessa forma. “Preço + prazo” tem funcionado muito melhor para mim. É claro que, para saber um preço razoável para seu trabalho, você tem que ter uma média de preço por palavra. Esse preço é individual de cada tradutor e deve variar de acordo com sua disponibilidade e experiência.

Se você é um(a) tradutor(a) experiente e muito ocupado(a), é normal que seu preço suba, pois o mercado está te requisitando. Caso você esteja começando agora, é normal que seu preço por palavra seja mais baixo, já que você tem que oferecer uma vantagem ao cliente para compensar a falta de experiência (mesmo que essa falta de experiência seja somente dentro de um site de freelance jobs).

Já trabalhou das duas formas? Qual você achou melhor?